31 de janeiro de 2013

Santo de casa faz milagre

São Luiz x Grêmio
_____

Pré jogo

Ainda se recuperando da estreia na Arena, seu Algoz pediu folga. Ele e o Pofexô. Então, o post do jogo sobrou para mim. Era noite para ver Lucas Coelho novamente, mas a jovem promessa ficou fora do jogo, por lesão. Porém, quem buscou mais detalhes sobre a ausência, encontrou tantas informações na imprensa local, quanto nos jornais de Tottenham. Comandada por Roger, a piazada vai a campo pelo Gauchão.
_____

Primeiro tempo

Muita correria, alguns lances ríspidos e poucas chances de gols foi o que se viu no primeiro tempo.  Nossas melhores chances estiveram nos pés de Tinga e Yuri Mamute. Um deixou a bola passar à sua frente, a metros da goleira adversária. O outro, chutou desviado, da entrada da área. Ao final do primeiro tempo, uma falha de posicionamento da defesa e uma falta não marcada no zagueiro Werley resultou em gol do adversário. A velha bola frontal, contra a qual a defesa não toma a iniciativa de assumir a frente do lance.
_____

Segundo tempo

Nada aconteceu até os 17 minutos, a não ser uma lesão de Carlos Alexandre. Então, falhas coletivas da zaga permitiram, primeiro, um cruzamento para a área e o segundo gol e, depois, a surrada bola frontal, na qual a zaga não se impõe e... outro gol. Depois outro.
_____

Resumo da ópera

Parece ser contagioso: o time dos meninos, tal qual o titular, não joga pelos flancos, não ataca pelos lados, não cria jogadas de linha de fundo.
_____

Como jogaram

Matheus: Muito mal.
Tinga: Pode melhorar.
Gerson: Tem técnica. Em lances como o do gol, a zaga, posicionada de frente para o lance, tem que assumir o controle da jogada.
Werley: Sofreu falta no primeiro gol, mas em lances como aquele, a zaga, posicionada de frente para o lance, tem que assumir o controle da jogada.
Carlos Alexandre: Marcou bem. Não apoiou.
Ramiro: Discreto.
Léo Gago: Discreto.
Calyson: Pouco fez.
Rondinelly: Clonou Calyson.
Gustavo: Clonou Rondinelly.
Yuri Mamute: Correu muito. Produziu pouco.
.....
Rodrigo Sabiá (Gerson): Quando entrou, estava 0 x 1.
Mateus Biteco (Carlos Alexandre): Entrou num jogo torto.
Paulinho (Rondinelly): Entrou para ser expulso minutos depois.
.....
Roger: Assumiu o time de piás em noite de bruxas.
-----
Arbitragem de Márcio Coruja, com Carlos Selbach e Leirson Martins: Não influiu no resultado.

A guerra dos meninos

Primeiro tempo: 0 x 0

Havia uma dificuldade enorme neste jogo. A de fazer um ou dois gols sem levar nenhum. E por conta desta dificuldade, não houve gremista que não tivesse ficado apreensivo quando deu a escalação  de uma defesa com idade media de 21 anos. Isto contando com Pará, que aumenta a idade mas diminui a qualidade da defesa. E lá estavam Bressan, Saimon e Alex Telles.
É certo que na frente deles Fernando e Souza mostraram, mais uma vez, que formam a melhor dupla de volantes de contenção do Brasil, quem sabe do mundo, mas os meninos tinham de mostrar que tinham culhões. E mostraram. A vitória começou por aí.
No meio Zé Roberto e Elano não conseguiam criar. E na frente Moreno não ganhou uma jogada e Vargas se mexia solitário.
Duas chances apenas razoáveis de gol foi o resultado do panorama. E meio tempo se escoou com a torcida apreensiva.

Segundo tempo: 1 x 0

O Pofexö, talvez já em desespero, iniciou o segundo tempo com dois centro-avantes aipim nos lugares de Moreno e de Fernando. E o time foi para um 4-3-3 que há muito tempo não se via. E havia menos tempo para fazer gol e menos ainda para recuperação se tomasse um. E os meninos garantiam a segunda parte atrás enquanto os barbados da frente não criavam nada. Até que Elano achou uma bola mágica, já candidata a gol do ano.
E o professor ousou um pouco mais. Tirou Elano para colocar Jean Deretti. Um guri de 18, 19 anos que até ontem sonhava em ser titular do Figueirense na série B. E o menino mostrou ser mais um desassombrado. Foi para cima, driblou, sofreu bordoadas, tentou de novo, levou mais bordoadas e mostrou que tem um imenso futuro. 

Penaltis: 5 x 4

Nos pênaltis, por razões diversas, alguns dos mais experientes do elenco não bateram. Mas Alex Telles, Bressan e William José bateram. Com destemor e pontaria.
E despontou Marcelo Grohe pegando o pênalti derradeiro. O da vitória. Marcelo Grohe, aquele que sofre uma campanha desumana, estúpida e covarde de um panaca que se intitula gênio e gremista. Mas que reage a infâmia com dignidade e futebol.

Grand finalle:

Por razões que não as dos secadores e i$ento$, o ano acabaria ontem para o Imortal se não passasse a LDU. Acabaria porque para gremista a Libertadores é a vida. E, para desespero destes otários, a vida segue.
Enquanto isto, o grande timoneiro já rateou na saída do porto. Este ano promete.
_____

Marcelo Grohe: Pouco exigido. Foi fundamental na hora necessária. O melhor por isto.
Pará: Bem atrás. Ridículo na frente. Resume tudo a balões para a área. 
Saimon: Excelente no jogo. Bateu mal o penalti.
Bressan: Acho que está pintando um Baideck II.
Alex Telles: Muito firme atrás. Discreto na frente, talvez porque tivesse ordem para cuidar mais a defesa.
Fernando: Excelente no desarme.
Souza: Um dos melhores. Acabou o jogo com cãibras.
Elano: O gol foi espetacular. No restante nem tanto. Mas lutou.
Zé Roberto: Muita luta. Pouca produção.
Vargas: Melhor no inicio. Desaparecido no segundo tempo.
Marcelo Moreno: O pior do time.
.....

André Lima(Moreno): O de sempre. Lutou. Agitou a torcida. Quase fez um.
William José(Fernando): Me pareceu meio molóide.
Jean Deretti(Elano): Este vai longe.

Pofexô: Seus times parece que não tem muito talento para o ataque. As jogadas são previsíveis. Mas passou este mata-mata.
_____


Árbitro: Saul Laverni (Argentina) - De manhã Carlos Simon elogiou o elemento. De noite, se entendeu porque.

Marcelo Grohe


Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe Marcelo Grohe

30 de janeiro de 2013

Gente grande e Mesa de Bar do Grêmio

É hoje. Com grama ou sem grama. Com estádio pronto ou não. É hoje! O Grêmio tem a obrigação de patrolar a LDU. Pela história dos dois. Pelo que se viu no primeiro jogo. E porque há muita coisa em jogo. Não é jogo para fracos de espírito, jogadores sem têmpera e torcedores corneteiros. Se você se enquadra entre os primeiros, peça para não jogar. Se estiver entre os segundos, fique em casa debaixo da cama.
_____

Eu vou para a Arena. E, por conta disto, o post pós jogo vai atrasar um pouco. Não muito que vocês não consigam lê-lo ainda na madrugada.
_____

Enquanto esperam o jogo ouçam o Mesa de Bar do Grêmio neste link aqui. Tem de tudo lá. Gente fina. Gente grossa. Otimistas. Corneteiros. Inteligentes e sem noção. Vocês ouçam e identifiquem.
Foi um prazer participar e prometi voltar na véspera da final da Libertadores. Afinal, os guris precisam aumentar a audiência.
_____

E boa sorte para todos nós hoje.

29 de janeiro de 2013

Mesa de Bar

A melhor forma de retomar a vida após um abalo muito grande é voltar para a rotina. Encontrar forças para repetir o dia a dia. A ociosidade leva a pensamentos e sofrimentos recorrentes. Por isto eu não concordei com a ideia do Grêmio de adiar o jogo de amanhã. Melhor assim. Só a bola de volta ao meio do campo para nova saída permite virar um resultado adverso.
_____

Muita chiadeira quanto ao preço dos ingressos para os sócios. Alguns comentários do blog bastante interessantes e importantes. Como vi um comentário do Barbareco em que pareceu que ele havia feito alguns estudos, sugiro que ele escreva sobre isto para publicarmos. De qualquer forma, vou conversar com o Arigatô e, dentro do possível, trazer a posição do Grêmio sobre o assunto.
____

Também muita intolerância sobre as falhas nas vendas de ingresso tanto pelo site quanto na Arena. Calma gente. Um negócio novo leva um tempo para ajustar as pontas. Eu estava pensando ontem e acho que este modelo de associação, clube com empresa de construção é algo inédito no mundo. Com certeza é o primeiro no Brasil. O segundo é ainda pior, se não estão lembrados. Vamos dar um tempo para as coisas se ajeitarem. Depois sim, se continuar com problemas, podemos sentar o pau.
_____

Da mesma forma as notícias sobre a grama da Arena preocupam e muito. Cada vez mais fica evidente a inoportunidade da inauguração do estádio em Dezembro. Uma pena mas esta mancha vai demorar e muito para ser apagada. O que era para ser apenas motivo de festa e de orgulho tornou-se um problema que exige explicações diárias sobre vários assuntos.
Nada que no futuro próximo deixe de ser problema e se torne apenas orgulho, mas não dá certamente poderia ser evitado.
_____

No futebol as notícias são preocupantes. Agora é Cris que está machucado. Não entendi a liberação do Marquinhos para o Avaí e já no primeiro jogo do ano ela se mostrou equivocada. Quando Elano cansou, e parece que ele definitivamente é jogador para 45 minutos, o Pofexô nos brindou com o Marco Antônio. Marquinhos, enquanto isto, comandou uma grande atuação do Avaí contra o Criciúma, com direito a golaço.
Sempre disse que ele pode até não ser o titular ideal, mas tem categoria e liderança que justificavam sua permanência no grupo principal.
_____

Independente dos desfalques e de tudo mais, confio numa boa vitória amanhã. E estarei lá. Hoje gravo o programa Mesa de Bar do Grêmio. Vou ensinar futebol para aquela gurizada fraca.

28 de janeiro de 2013

Retomada

Ontem ao levantar e ver as manchetes tomei 3 providências:

  1. Saber se os filhos da Pitica estavam bem;
  2. Entender melhor o que havia acontecido e
  3. Tentar levar a vida sem me inteirar de detalhes e histórias mórbidas.

Foi difícil, mas acho que dei conta.
Muitas vezes, quando se discute coisas do dia a dia, como o futebol por exemplo, perde-se a perspectiva de que este é apenas parte da vida. E uma parte menos vital, embora o lazer seja muito importante. Se vocês tivessem acesso aos desaforos, ódios e ameaças que deletamos diariamente nos comentários teriam a certeza de que a humanidade está doente.
Quando nos deparamos com uma tragédia como a de ontem, o real sofrimento de milhares de pessoas deveria servir para que todos repensassem seus atos e seus modos de vida. E tomassem a decisão de melhorar a qualidade desta com menos stress, menos ódio e mais tolerância.
Por outro lado, a vida continua. Como diz a música: 'show must go on". E quanto mais cedo a retomada, menos penosa ela é.
Um beijo em todos que se foram. Gremistas, colorados, sem times. Todos são, acima de tudo, seres humanos com todas as virtudes e defeitos que podemos ter. Se há vida do outro lado, que esta não seja tão sofrida e muito menos tão trágica. E que eles acordem melhores do pesadelo.
Por aqui, deixo vocês com um texto do "Ah Muleque".
_____  

It’s Free II

Comecei a escrever essa coluna novamente no sábado. Desde sábado separei as noticias mais
relevantes para comentar, então as colocarei divididas por datas.

19/01/13

Vargas se apresenta ao Grêmio – Que faça muitos gols, meu número da sorte é 8. A próxima camisa que comprarei com certeza será a 8 de Eduardo Vargas.
Zero hora divulga nota para “se explicar” aos leitores – Apertou o feijão né dona Zero Hora?
Inter – B empata com Canoas – Me surge uma dúvida, por que cargas d’água o grande mestre Dunga usou o time B? Estão se poupando pra não disputar nada?? Fizeram algum tipo de depilação que machucou? Dagoberto levou junto o hidratante?
20/01/13
Lucas Coelho brilha e Grêmio vence o Esportivo –Tiramos um “Coelho” da cartola.
Cassiano afirma: “Foi um típico jogo de Gauchão” – Foi mesmo, parecia Lajeadense X Veranopólis
21/01/13
Pará empolgado para jogar com a LDU – É ótimo que esteja empolgado, tomara que mostre bom futebol.
Luxa diz que torcida da LDU não impressiona – hehehe. Coloca ele no meio da torcida deles então.
22/01/13

Grêmio encerra negociações com Insúa – Uma pena. Poderia ajudar, mas se este não veio outro melhor pode vir.
Gabriel escalado como titular, e marca gol no treino do Internacional – Grande Gabriel é um craque o garoto. Repito: “Vai pela sombra”. Agora ele vale uma Coca-Cola gelada.
Escola de Samba (Unidos da Vila Isabel) faz enredo sobre estádios do Grêmio. O Grêmio e sua torcida agradecem a belíssima homenagem. Particularmente não gosto de samba, mas quem não viu aconselho ver o desfile sobre o Grêmio, muito bonito.
Vargas visita a Grêmio Mania e faz compras, perguntando a vendedores sobre as camisas e a história do clube. É bom saber que o jogador se interessa pelo clube. Aliás, pelo clube e torcida, já que ele foi atencioso também com os torcedores. Tá ganhando moral com a torcida.
23/01/13
É hoje...
Grêmio enfrenta LDU à noite – Mal posso esperar para chegar as 22h.
Brasil tem os times mais caros da Libertadores, TIMÃO é o 1º - (Resolvi colocar o link para que leiam e interpretem.) http://www.futnet.com.br/futebol/noticias/?263389-brasil-tem-os-clubes-mais-valioso-da-libertadores.-timao-e-o-primeiro-colocado. Detalhe: o Santos nem está na Libertadores. E acreditem o 9º colocado é o Arsenal de Sarandi, na frente de LDU, Newell’s Old Boys, Libertad, Nacional e companhia. Esse time do Arsenal deve ser dono daquela marca de água mineral Sarandi, por isso são tão ricos.
Em vídeo atletas gremistas pedem apoio – Boa iniciativa.
Grêmio joga melhor e perde para LDU em Quito- Quarta a vaga vem, ai nós todos diremos: “Chupa Gabriel!!”.
24/01/13
Pofexô afima que não contratou Vargas para reserva. Abre aspas para Luxemburgo: “Tava tudo dento do pano, Vargas não é que nem Gabiel que se axa o Xupa Xumo do Guêmio e não joga nada. Aqui nos temo um pano, e o pano é ganha a libetadores. E com Vagas nó vai ganha a Libetadores. Tocedo Guêmista pode fica tanquilo”.
25/01/13
Dida não joga contra LDU. O Dida por algum motivo me passou confiança, mas devo lembrar que Grohe meteu a bordoada no Brasileirão. Com certeza o Grohe vai substituir bem o Dida.
Roger assume o Banguzinho. De que Roger é bom técnico não há dúvidas. E ótima a notícia do Marco Antônio no Banguzinho. Grandes chances dele não jogar com a LDU ehehhe.
Daniel Matador, descoberto recentemente como Claudomiro, revela ter ensinado a Vargas suas técnicas de matador. Daniel rolam boatos de que tu não ensinou ninguém. Teve de aprender com o Marco Antônio, isso sim.
.....


Ao melhor estilo Grêmio

É desse jeito que vamos buscar a classificação na Libertadores (Ao melhor estilo Grêmio). Hoje um amigo meu, cocôlorado, veio falar comigo sobre a derrota para a LDU e mais algumas ladainhas de quem não foi capaz de contratar nem um gandula novo, só para dizer que contratou. Começaram nhenhenhes de “Ah fizeram despedida e agora vão jogar no Olímpico de novo”, “ O Grêmio tava na Libertadores, não tá mais”. “ Vargas? Não joga nada esse tal de Vargas”, “Não roubaram pênalti dessa vez? Por que gremista sempre diz que roubam pênaltis”. Eu já muito cansado de ouvir essas ladainhas, mas com toda a paciência que tenho, fui uma por uma dando as devidas respostas: 2 estádios melhor que nenhum. Relembre comigo: Gauchão 2007 jogo de ida Caxias 3 X 0 Grêmio, jogo de volta Grêmio 4 x 0 Caxias. Vargas segundo melhor da América. Deixa roubar, com tudo que vocês roubam a gente ganha igual. E para fechar com chave de ouro ainda completei: bom é um time sem Estádio, sem contratação e sem dinheiro. Vai perder sócios e consequentemente dinheiro. Te vejo na série B. Acho que eu nunca ri tanto da cara de alguém hehehe. 
Mas enfim, vamos ao que interessa. Fomos a Quito com 10 dias de preparação, jogamos melhor, mostramos quem é que manda a 15 mil torcedores, mas voltamos derrotados. E é assim que eu gosto, bem desse jeito, AO MELHOR ESTILO GRÊMIO. O Grêmio é assim, surpreende. O Grêmio é aquilo que Sun Tzu prega em uma tradução quase que perfeita: “Quando perto finja estar longe, e quando longe finja estar perto”. A gente não era favorito na Libertadores em 2007 e fomos vice. A gente não era favorito ao Brasileiro ano passado e chegamos em 3º. A gente não era favorito ao Brasileirão em 2008 e fomos vice. É assim que funciona, quando pensam que o Imortal morreu é que a coisa pega.
Me lembro de algo que me aconteceu no ano passado. Em um jogo de futsal eu estava jogando de defensor para por ordem na casa (sabem como é). Uma boa partida, meu time ganhando. Nós estávamos dando conta com tranquilidade dos ataques do outro time. Eis que vem um tiozinho livre para nossa área, eu contra ele. Eu tirei a bola e quando pensei em girar para chutar pra frente, levei um carrinho bagaceiro por trás. Resultado: consegui empurrar a bola para frente e ninguém viu quando o malandro me derrubou e eu me estrebuchei em cima do tornozelo. Senti que tinha sido sério, sai e me escorei na trave. Pouco depois um companheiro de time, veio lá me ajudou a levantar e disse “vamo pro jogo”. Levantei quase sem conseguir encostar a perna no chão e segui no jogo. Fizemos um gol e tudo mais. Mais tarde ainda joguei outra partida. Quando cheguei em casa com o tornozelo do tamanho de uma bola de tênis, fui pro médico e descobri o infeliz diagnóstico. Rompi os ligamentos do tornozelo, não por completo, mas rompi. O resultado foram 6 semanas sem qualquer tipo de movimentação no pé, além do que uma segunda torção poderia rompê-lo por completo e aí seria cirurgia. O caso é, não desistir, o futebol hoje não é como antes, são poucos que ainda tem a garra que um jogador tem que ter. Mas há um lugar ao Sul do Brasil onde há uma equipe que qualquer um que pise ou tem essa garra ou adquire, se não rua. Está é a equipe que aprendi a amar, respeitar, admirar e principalmente a ACREDITAR. Essa é a equipe que tenho pura e inquebrável certeza de que sempre vai lutar. Quarta feira dia 30 Porto Alegre receberá uma batalha da qual sairemos campeões, e é teu dever Gremista que puder estar lá comparecer ao campo de batalha e apoiar INCONDICIONALMENTE até o último minuto os 11 soldados que estiverem em campo. A Arena vos espera.
Abraço e boa semana a todos.

27 de janeiro de 2013

Santa Maria chora

Prezados leitores,

Hoje morri um pouquinho. A cidade onde moro e onde meus filhos nasceram amanheceu de luto. Perdemos 245 jovens, 245 quase crianças.   Santa Maria chora. Quantos jovens gremistas havia entre as vítimas? Quantos leitores do nosso blog? Não sei. Estou sem chão. Estou perplexa. Poderia ser o filho de qualquer um de nós aqui da cidade. Meu coração está explodindo e sinto um nó na garganta. Aqui em Santa Maria a torcida tricolor é gigante. Peço a Deus que ilumine esses anjinhos que partiram tão cedo. Não tenho mais o que falar. Precisava dividir isso com todos.Fiquem com Deus.
 

25 de janeiro de 2013

Daniel Matador: Os Matadores (exclusivo, direto da concentração gremista)


Caros

Blog de primeira linha é outra coisa. Por conta do poderio financeiro do Imortal Tricolor, já estamos na fase de enviar correspondentes especiais para fazer a cobertura do dia-a-dia da delegação gremista. Tá, não chegamos a tanto, mas o resultado foi quase o mesmo. Por conta de compromissos de ordem profissional, passei os últimos dois dias em imersão no mesmo hotel onde fica a concentração do Grêmio. Fiquei totalmente focado na Convenção de Planejamento Estratégico do grupo empresarial em que atuo (onde os três sócios são gremistas, diga-se de passagem). Mas obviamente que aproveitei o tempo livre para fazer os contatos necessários e trazer para os leitores do blog informações mais quentes que pão recém saído do forno.

Na quinta-feira realizei a cobertura especial para o blog com o pessoal do Banguzinho. Pelo que apurei, o futuro próximo é muito promissor em alguns setores. Recebi informações de que Lucas Coelho ainda vai render mais do que já está rendendo. Marcelo Mabília iniciou há alguns meses um retrabalho com o garoto, efetuando alterações de posicionamento para aproveitar as melhores características dele. Este trabalho já está rendendo frutos, como pôde ser observado nos jogos da Copa São Paulo de Futebol Júnior, nos treinamentos e nos dois primeiros jogos do Gauchão, em que ele anotou gol em ambos. É centroavante raro no mercado e que ainda pode ser lapidado. Outra notícia interessantíssima é o aproveitamento de Jean Deretti nos treinamentos. Parece que a aposta se confirma e ele realmente é a promessa da qual o Figueirense relutava em ceder, por conta do futebol que já apresentava em Santa Catarina. O resultado também pôde ser observado nos dois jogos do Gauchão, onde ele entrou muito bem.

Nesta sexta-feira veio o blueberry do bolo (porque cereja é vermelha, aí não dá). Bate-papo exclusivo para o Imortal Tricolor com uma das maiores contratações do futebol sul-americano neste ano: Eduardo Vargas! Sim, senhoras e senhores leitores do blog. Tive uma conversa muito interessante com Vargas, onde contei a ele sobre o blog, passei o endereço (vai virar mais um leitor-fã) e constatei que, à primeira vista, foi uma ótima contratação. O chileno é muito gente boa, mostrou estar à vontade e aparenta ter muita gana de vencer no Grêmio. Ressaltei a questão da obsessão do Grêmio pela Libertadores e ele assegurou que também é um objetivo pessoal para ele. Disse que está individualmente focado em jogar o próximo jogo contra a LDU e está ansioso por ver a Arena lotada. Não há a mínima dúvida de que valeu a pena todo o esforço da diretoria gremista para contratá-lo. Vargas tem tudo para fazer história no Grêmio e ajudar o tricolor a erguer a Taça Libertadores pela terceira vez. Golaço!

Como não poderia deixar de ser, obviamente que minha sugestão de filme de hoje faz referência a meus dois dias de repórter especial e o encontro entre Eduardo Vargas e Daniel Matador. Os Matadores é um filme nacional que vale a pena ser assistido. Não é o melhor filme brasileiro da história, mas tem um enredo interessante, onde dois matadores contratados para matar um pistoleiro conversam sobre a morte de outro grande pistoleiro da região. A história se passa na fronteira entre o Brasil e o Paraguai. Vale a pena assistir, principalmente pelo final. Assim como ocorreu hoje no hotel, não é sempre que dois matadores se encontram para bater um papo.

Saudações Imortais
_____

 Descobri que o Daniel é o Claudiomiro - com esta pança o cara diz que faz gol

E ainda aproveitou para fazer jabá com o patrão Sérgio Casagrande

Acabou a moleza

Uma semana de férias com sol, caipira, chopp, praia, piscina, esportes e teatros era tudo o que eu precisava para voltar com mais vontade para enfrentar as lides de 2013. E para dar uns tabefes em ignorantes imbecis. Como um filho da puta de Santos (IP 187.119.14.0) e outro de Passo Fundo (186.207.237.211) que pensam que são espertos. Mais um comentário que fizerem no blog e todos os comentários que estão guardados serão encaminhados para o administrador das respectivas redes. Vamos ver se são machos.
Alguns anos atrás um babaca que estudava numa federal sentiu o peso de uma pesada suspensão por comportamento incompatível com a raça humana. Bestas estúpidas de miolo e rabo mole não tem vez aqui.

Mas voltemos ao que interessa.
_____

Algumas coisas ainda há a serem ditas do jogo de quarta-feira. Depois de um começo algo tímido o Grêmio tomou conta do jogo. E não ganhou porque Elano, Zé Roberto e Marcelo Moreno deixaram a desejar. E porque a sorte estava toda do outro lado. Mas eu tuitei na hora do jogo. Quarta-feira a classificação vem. Este time do LDU não tem força para aguentar o tranco. Mesmo com o ataque pífio do Grêmio, especialista em perder gols.
_____

A vitória virá mesmo com o medo que o Pofexô mostra em decisões mata-mata. Ele mostrou mais uma vez este medo quando tirou o Elano para colocar o Marco Antonio. Na hora comentei que ele iria puxar a LDU para o campo de defesa. Não deu outra.
_____

Também não gostei do Dida. Ele não saiu em uma única bola. E teve a sorte de não estar em campo na única vez que o LDU chutou. Aí sobrou para o Grohe, que foi, estupidamente, alvo de ataques por parte de cegos e ou aproveitadores. Dois tijolaços de cima defendidos espetacularmente não serviram para aplacar a ira de alguns.
_____

Quarta-feira, se tudo der certo estarei na Arena. E por falar em Arena, vamos votar no nosso estádio como o mais lindo e importante dos construídos em 2012.
_____

Do Banguzinho só vi os lances e fiquei com uma certeza: Jean Deretti vai logo logo estar no grupo de cima. Ele tem categoria, joga para a frente e tem personalidade.

24 de janeiro de 2013

Sem repetição, derrota

Grêmio 1 x 2 Canoas
_____

Primeiro tempo

O jogo foi fraco no primeiro tempo. O Grêmio teve mais iniciativa, mas com criatividade quase nula. Chances de gol houve apenas duas e pequenas. Quando decorriam 37 minutos, Lucas foi deslocado na área e o juiz, seguindo a conhecida cartilha, nada marcou. Aos 43 minutos, desatenção num escanteio e gol do Canoas.

_____

Segundo tempo

O time voltou com Deretti e Paulinho. Logo aos 3, Paulinho entrou na área adversária a dribles e não empatou por detalhe. A partir daí, o Canoas passou a pressionar de forma preocupante. Aos 5, duas grandes defesas de Busatto, em sequência de lances. Nova boa defesa 3 minutos depois. Aos 11, o segundo gol do Canoas. Aos 14, Lucas roubou a bola do adversário na lateral do campo e invadia a área, quando o bandeira, com base na cartilha, inventou uma falta. Aos 21, jogada de Deretti e gol de Lucas. Aí, o Canoas começou a bater mais do que estava batendo. Batia e mostrava a bola. Batia e mostrava a bola. Aos 35, um lance que pareceu pênalti para nós. Claro, nada foi marcado. E o Canoas batia. Batia e mostrava a bola (um dia, alguém vai dar um tiro no adversário e mostrar a bola para o juiz). Forçando de forma desordenada, não conseguimos chegar ao empate.
_____

Resumo da ópera

Não repetimos o jogo empolgante da primeira rodada. Quase sem jogadas pelos flancos, o time não encontrou o caminho para vencer.
_____

Como jogaram

Busatto: Não trabalhou. No gol, a bola sobrevoou a pequena área, sem ser incomodada.
Tinga: Discreto. Tem saúde, mas precisa aperfeiçoar fundamentos como o passe e cruzamentos.
Gerson: Discreto.
Werley: Mais ou menos.
Carlos Alexandre: Desatento no primeiro gol. Saiu no intervalo.
Ramiro: Não apareceu.
Misael: Mal.
Calyson: Envolvido.
Rondinelly: Jogou pouco. Não voltou para o segundo tempo.
Gustavo: Não repetiu a atuação da estreia no Gauchão. Saiu aos 30 do segundo.
Lucas: O melhor do ataque, sem ser brilhante. Fez mais um.
.....
Deretti (Carlos Alexandre): Bom jogador. Fez a jogada do gol.
Paulinho (Rondinelly): Esforçado.
André (Gustavo): Sem tempo.
.....
Mabília: Não conseguiu fazer o time manter o nível do primeiro jogo.
-----
Arbitragem de Vinícius Costa, com Lúcio Beiersdorf Flor e Marcelo Oliveira e Silva: Erros e conivência com jogadas duras.

"Ah Moleque" Pipocas, Grêmio x LDU e Blog do Paulinho


Resolvi como já havia prometido, me manifestar sobre o tal blog do Paulinho (http://blogdopaulinho.wordpress.com/)  e os assuntos lá abordados. Pois bem, desde que seu Algoz indicou um post daquele blog ao pessoal que lê o Imortal, ele se tornou material de leitura de muitos, inclusive meu.

Sem mais enrolação, vamos ao que interessa. Casos como os de Fernando Carvalho e Frank Henouda, com o tal grupo LIGA, mostrados no blog do tal Paulinho, não são, por incrível que pareça, noticiados na mídia, tampouco comentados. E querem saber por quê? Proponho a vocês uma teoria: de que eles (imprensa) estão não só cegos, mas envolvidos até a raiz dos cabelos nesses casos. Existiria um verdadeiro complô. Eu poderia citar um exemplo de que tenho conhecimento: sobre a saída de Jonas. Talvez saber os reais motivos, fizessem as pessoas pararem de chama-lo de Mestre. Porém, prefiro que reflitam por si próprios a respeito do assunto e tracem possibilidades. Caso queiram, apresentem-nas e serão ouvidas e debatidas.

____________

Grêmio X LDU

Um dia antes do jogo, na terça-feira , eu já achava por alguma ironia do destino, que estávamos na quarta e estava convicto que as 22hs assistiria a Grêmio x LDU. Resolvi entrar no blog e ver como estavam os ânimos. Então, vi alguém falar sobre o jogo de “amanhã” e “me toquei” que estava meio louco. Já na quarta-feira, a ansiedade beirava a níveis insanos, era inacreditável, intensa e incontrolável. Digna de um jogo de Libertadores. Minutos antes da partida, quase que meu notebook vira um prato de “frios” quando quase o coloco na geladeira (não perguntem o que se passou na minha cabeça, pois nem eu tenho certeza).
Eis que para meu alívio e de uma nação tricolor, soa o apito. Logo minhas pipocas estavam prontas e eu me deitei na cama feito um paxá. Meu I-tchó de um lado registrando tudo e a pipoca do outro caindo por cima e eliminando a agonia (e a fome). As novidades, para mim pelo menos, foram Tony na lateral e a expectativa pelo chileno carrasco da LDU sentado no banco. O resto dentro do previsto. O adversário começou o jogo tentando impor seu ritmo, mas foi contido pela bem armada defesa do Imortal. Aos poucos, o Grêmio se soltou e pôs ordem na partida. Um primeiro tempo bom, pouco empolgante para alguns, mas bastante rápido para mim. No intervalo, a expectativa era ele: Vargas. E confirmou-se. Willian José sai , Vargas entra (que personalidade tem esse Vargas!). E ele começou bem, mas a falta de entrosamento pesou para que não fosse decisivo na partida. Carimbamos duas vezes o travessão, todavia bola na trave não altera o placar. Bastou uma falha e o castigo foi duro, um soco seco no queixo. LDU 1 x 0. A equipe ainda correu atrás, porém Marcelo Moreno (sou um assíduo defensor de seu futebol) não fez boa partida. E, para completar, Marco Antônio foi apenas Marco Antônio, mais uma vez...
No entanto, eu acredito! Porque em casa somos e sempre seremos imbatíveis. Além do que, até o dia trinta de janeiro teremos mais entrosamento e a “assustadora presença” de nossa torcida.

Vargas foi a melhor notícia da noite 


O resultado não foi ruim, mas foi doloroso porque jogamos melhor. Apenas me animo em imaginar o quão sofrido será para eles (LDU) perderem de virada aqui. Se eu já estava ansioso para o primeiro jogo, agora só piora. Vamos torcer, por que o Grêmio é Grêmio.
Abraços e boa semana a todos.


PS: Devido a grande quantidade de comentários que a “It’s Free II” já tem, resolvi que iria postar hoje, junto com este texto. Mas devido às circunstancias, vou esperar até o final da semana, quando já estaremos mais tranquilos. Até lá outro texto deve vir, para acompanhar a coluna.

Torno a dizer, abraços e boa semana a todos.

Derrota em um ato

LDU 1 x 0 Grêmio
_____

Primeiro tempo

Começamos no 4-4-2, sinal de que o Profexô aprendeu a lição do ano passado. Quanto ao jogo, até os 23 minuto, nada houve para registrar. A partir daí o jogo ganhou um pouco de movimentação, mas um pouco mesmo. Chance pra valer, ninguém teve. Altitude? Ninguém viu. E assim acabou a primeira etapa.
_____

Segundo tempo

Vargas entrou no lugar de William José e logo a 4 minutos fez grande enfiada de bola para Tony cruzar. Por uma teta de porca, Moreno perdeu o gol. Aos 8, Pará arriscou de fora da área e quase fez. Aos 10, Souza queimou da entrada da área, o goleiro defendeu com dificuldade. O Grêmio dava mostrar de ter mais determinação e iniciou melhor a segunda etapa. Aos 15, Souza aparou cruzamento de Elano e a bola bateu na trave. Aos 24 foi a vez de Zé Roberto arriscar e quase marcar. A LDU rondava a nossa área esporadicamente e sem grande perigo. Num cruzamento, Dida machucou o ombro e foi substituído por Marcelo Grohe. No primeiro lance, após a saída de Dida, com Marcelo ainda frio, gol deles. Aos 37, Moreno perdeu boa chance. Aos 46, Fernando mandou no travessão.
_____

Como jogaram

Dida: Apenas intervenções. Saiu machucado.
Tony: Nenhuma contribuição.
Saimon: Bem.
Cris: Muito bem.
Pará: Na direita, quebra o galho. Na esquerda, quebra o lado.
Fernando: Marcou muito.
Souza: Um dos melhores.
Elano: Alguns bons lances.
Zé Roberto: Articulou, correu. Bem.
William José: Pouco participativo.
Marcelo Moreno: Mal. Perdeu um gol que não poderia perder.
.....
Vargas (William José): Melhorou muito o time.
Marco Antônio (Elano): Entrou, mas...
Marcelo Grohe (Dida): Levou um gol no primeiro lance do qual participou, após ter feito grande defesa. Depois, não foi exigido.
.....
Luxemburgo: Insiste em escalar Pará na esquerda, mesmo com incontáveis provas de que anula aquele lado do ataque. O time atuou bem na segunda etapa, até tomar o gol.
-----
Arbitragem de Wilmar Roldan, com Eduardo Diaz e Alexander Guzman: O único reparo foi não ter expulsado Veras, que fez todas as faltas possíveis.

22 de janeiro de 2013

Vargas já está inscrito no BID


Fotos: Arigatô
Montagem: Minwer-Grêmio Libertador

21 de janeiro de 2013

"Ah Moleque" A bola e o mundo voltam a girar

Finalmente rolou a bola. Pode ter sido pelo ruralito, mas foi o suficiente para reaquecer nossos corações azuis, pretos e brancos.  Principalmente pela vitória. Comecei a ver o jogo aos 18 minutos, pois não consegui fazê-lo antes. Ao ligar a TV,  o Grêmio era superior: marcava bem e chegava ao ataque. Acabou que, no segundo tempo, a partida estava equilibrada. Mas só até a entrada de Misael, que começou muito bem, reanimando o time. Em poucos minutos logo após ligar a TV,  constatei que  Gerson tem muita personalidade e pode ser um baita zagueiro e que o passe do Lucas Coelho já deve estar próximo aos 30 milhões do incomparável jájá. Ressalto também as boas atuações de Gustavo, Tinga, Bussatto e Deretti. Podem vir bons reforços daí.

Assisti ao jogo pela RBS. E como muitos leitores comentaram durante a semana, o tratamento foi como Grêmio, não Grêmio-B como deveria e como foram as moranguetes. E para completar a festa, o árbitro era o Vuaden. Mas vencemos  com um golaço do Coelho e com o oportunismo de Paulinho.  Nada de empatar, como alguns. Estou ansioso para ver o que dirá a Zero Hora a respeito disso. A propósito, durante o  intervalo  Mauricio Saraiva começou o seu tradicional discurso. Mas tinha música no estádio e não consegui deixar de ignorar o Saraiva e preferir ouvir a música.
____________

Sobre a Copinha:  infelizmente fomos eliminados. Seria lindo vencer a competição com atacante pegando pênalti!  Mas devo dar parabéns aos jovens do Grêmio e ressaltar que foram mais longe que a morangada do queee grupo.
____________

Vargas chegou. E vestiu a "8" , meu número. Esse vai fazer muitos gols. Enfim, o mundo voltou a girar, o mau-humor vai se indo e,  aparentemente, parece que todos estão mais tranquilos, felizes e eufóricos com o Imortal. Nada melhor que uma vitória para esquentar! Vamos aguardar a quarta-feira: sinto cheiro de boas notícias. Inclusive,  especula-se que o Grêmio chegou a um acordo com o Sporting sobre Insúa. Será? Seria um baita acréscimo de qualidade. Jogador de 24 anos, passagens pela seleção argentina, boas atuações  em Portugal.  Tem tudo para dar certo.
Arigatô comentou o jogo contra o Esportivo. Grande notícia para os leitores. Seria mais uma contratação do Imortal?
Vamos esperar as definições e torcer muito, por que o ano promete.
Boa semana a todos.
____________

Adendo da Pitica

Hoje pela manhã, Vargas encaminhou a documentação para poder atuar pelo Grêmio. A direção age rapidamente para tentar que ele tenha condições de jogo já contra a LDU na Arena.


Preços dos ingressos na Arena e ...

Preços Arena

Começam a surgir informações sobre os preços dos ingressos na Arena. Devem ser oferecidos pacotes por temporada. Segundo consta, os preços para a Geral são: R$ 20,00 (Gauchão), R$ 40,00 (Libertadores e Campeonato Brasileiro) e R$ 35,00 (Copa do Brasil). Já os ingressos para os lugares localizados no Gramado Sul custariam: R$ 40,00 (Gauchão), R$ 80,00 (Libertadores e Copa do Brasil) e R$ 70,00 (Campeonato Brasileiro). Qual a avaliação dos leitores sobre os preços ventilados?
____________

Nada de novo

Mais uma mostra sobre o modo de agir dos I$entos: quando o técnico Renato não treinou o time B do Grêmio no Gauchão de 2011, os I$entos não perdoaram e fizeram todo tipo de críticas. Agora com o Dunga longe dos jogos do timinho no mesmo Campeonato, nem um pio. Nenhuma voz se levanta contra essa "barbaridade". Assim se movem os jornaleiros desonrados na sua prática de brincar de fazer jornalismo.

20 de janeiro de 2013

Vitória com chantilly

Esportivo 0 x 2 Grêmio

Início do Gauchão. Muitos garotos para observar na rodada inicial.

Primeiro tempo

Até os 13 minutos, nada de relevante aconteceu. Neste ponto, o Grêmio começou a assumir o controle do jogo, através de jogadas rápidas criadas, principalmente, por Gustavo e Lucas Coelho. Aos 22, Lucas fazia grande jogada individual, com técnica e velocidade, quando foi parado de forma violenta. Na cobrança de Léo Gago, Werley quase abriu o placar. E assim seguiu o primeiro tempo até o final: Grêmio melhor, mostrando jovens promissores.
_____

Segundo tempo

O segundo tempo começou com Deretti arrancando pela direita e cruzando sem direção, mas mostrando apetite ofensivo. Aos 3 minutos, o mesmo Deretti deu um nó no zagueiro e chutou para defesa do goleiro. Após este início quase fulminante, o Esportivo começou a atacar e equilibrou o jogo. Só após os 30 minutos, voltamos a assumir o comando. Aos 36, Lucas Coelho recebeu de Léo Gago, cortou para dentro e, fulminou o goleiro do Esportivo, num chute violento. Paulinho entrou aos 37 no lugar de Gustavo, para fazer gol aos 42, aparando rebote da trave em cabeçada de Lucas Coelho.
______

Resumo da ópera

Início com vitória. Três pontos acumulados na tabela, num jogo que mostrou bons valores. Destaque para o jovem centroavante Lucas Coelho. As promessas deram sabor especial à vitória.
_____

Como jogaram

Busatto: Quando exigido, deu conta.
Tinga: Tem potencial. Mostrou ansiedade. Isso passa.
Gerson: Sofre restrições de alguns, pela altura de 1,80 m. Tem muito boa técnica e marca bem. Volante?
Werley: No primeiro tempo, não teve trabalho. No segundo, deveria requerer Seguro Desemprego.
Carlos Alexandre: Boas subidas para o apoio, mas os cruzamentos deixaram a desejar.
Léo Gago: Bem no jogo. Cadenciou o meio de campo e deu tranquilidade para a gurizada.
Ramiro: Pouca presença, mas mostrou ter recursos.
Calyson: Mostrou qualidade, mas quase não apareceu para o jogo.
Rondinelly: Poucas participações.
Gustavo: Tem técnica, velocidade e força. Melhorando a pontaria, faz carreira.
Lucas Coelho: A melhor das boas notícias. Sabe jogar. Bem trabalhado, envergará a 9 titular em 2 anos.
.....
Deretti (Rondinelly): Início empolgante.
Misael (Calyson): Com ele, retomamos o controle do jogo.
Paulinho (Gustavo): Entrou no final e fez gol.
.....
Mabília: Armou um bom time.
-----
Arbitragem: Leandro Vuaden, com Julio Cesar Rodrigues dos Santos e Alexandre Kleiniche, quase não atrapalhou.

Vai que é tuuuuuuaaaa, Gabriel!!!





19 de janeiro de 2013

Daniel Matador: Os Profissionais


Caros


Só mais um pouco de paciência. Só mais um pouco. Neste próximo domingo, logo ali, já tem bola rolando. Já teremos o Tricolor em campo novamente. Estamos todos em contagem regressiva para o término da era das trevas, aquele período do ano em que a bola fica parada, as especulações dos i$ento$ fomentam brigas entre irmãos e passam até corrida de kart na televisão por falta de futebol. Triste sina que tem hora pra acabar.
E falando de futebol propriamente dito, parece que as coisas têm acontecido nos últimos tempos aqui na Província de São Pedro. Gente saindo, gente chegando e gente não vindo. Como vários comentários nos tópicos sempre questionam sobre este tema, resolvi por bem esclarecer (ou não, depende do ponto de vista de cada um) algumas questões que têm afligido a massa gremista nestes últimos dias. Arigatô e seu Algoz inauguraram uma prática muito feliz aqui no maior blog esportivo do universo: a mensagem nas entrelinhas. Muito do que é colocado aqui no blog e depois confirmado pela ivia (imprensa vermelha i$enta atrasada) faz-se por meio de mensagens subliminares e meias palavras. Motivo pra isso? Não adotar os métodos condenáveis da ivia, que não possui fontes confiáveis e tem que ficar inventando matéria. Por conta disso, tentam inserir as manchetes mais escandalosas e as chamadas mais inverossímeis para tentar passar uma imagem de credibilidade. Que amadorismo...
Isto posto, vamos tentar esclarecer para o pessoal um pouco mais provido de neurônios algumas situações recorrentes no blog. Sempre lembrando que, mesmo não sendo jornalista e sem a obrigatoriedade do sigilo sobre a origem de minhas informações, não sou água mineral. Portanto, não fico revelando a fonte.

- Carlos Eduardo: já havia citado, en passant, a situação deste caso. O Grêmio ganha quando Carlos Eduardo é negociado (aquela famosa participação de clube formador). Portanto, quando Carlos Eduardo tem seus direitos econômicos negociados, bom pro Grêmio. Mas por que o Grêmio não contrata o Cadu? Já dispensamos Júlio César; o contrato de Bertoglio encerra-se na metade do ano e o de Fábio Aurélio ao final de 2013. É grande a probabilidade de não haver renovação nestes casos também. Pra bom entendedor, meia palavra basta.

- Operação Limpa-Pátio: o processo de saída de determinados jogadores do grupo iniciou-se tão logo a nova direção assumiu. O trabalho de diagnóstico seguiu algumas premissas que já haviam pontuado outras gestões de Koff. Jogador que está há algum tempo no clube e não deu retorno suficiente, baila. Jogador sem vontade ou com tendências a lesões frequentes, tchau também. Alguns são dispensados mesmo, ao passo que outros são realmente emprestados para se aprumarem ou também serem dispensados em definitivo. Neste bolo, temos William Magrão, Maylson, Felipe Nunes, Mithyuê, Pablo, Júlio César, Edílson, Anderson Pico, Marquinhos e Gabriel, apenas para ficar nos nomes mais conhecidos. Uma galera de encostados e juniores também já foi pra banha. Ah, mas por que o Grêmio não manda embora o Léo Gago, o Marco Antônio e o pai do Badanha? Calma, muita calma. Quem tiver que sair, sairá. Aliás, já está saindo. A conta mensal está reduzindo, e não é pouco.

- Novas contratações: este é o tópico mais xarope. Como postei há algum tempo, todo mundo tem uma receita infalível para descobrir jogadores e conhece um craque que mora perto da sua casa que só está esperando a chance de ser o novo Messi. Tchê, se fosse barbada, todo mundo montava time cano e era campeão. Não é fácil, não é mole. Sem contar que há uma nova diretriz na casamata azul: não tem mais essa de alardear que estamos com a guaiaca forrada e pagamos o que for preciso. A ordem agora é ajustar salários e apertar nas negociações, mesmo que demore um pouco mais para concretizar os negócios. Agindo assim já renovamos em bons termos o contrato de Zé Roberto, contratamos Souza em definitivo por um valor bem menor do que o inicialmente pedido pelo Porto (clube reconhecidamente duro em qualquer negociação; vide casos Hulk, Falcao García e Andershow) e conseguimos algo que há pouco tempo atrás era impensável, como ganhar disputas com outros clubes. Neste último caso, podemos citar as contratações de William José e Eduardo Vargas. E não adianta dizer pra trazerem o Cabrera, o Ochôa, o Camacho, o Nuñez e outros manés que ninguém ouviu falar mas que viram craques da noite para o dia porque têm sobrenome espanhol. O pessoal que está lá sabe o que faz. Rui Costa levou porrada de todo mundo sem nem ao menos ter tido chance de mostrar seu trabalho. Agora os mesmos que bateram vêm com a velha história do “quando anunciaram seu nome critiquei, mas reconheço que ele está fazendo um bom trabalho, mimimi, mimimi, mimimi”. É brabo.
Para que fique claro à torcida tricolor: não estamos endeusando ninguém, apenas tentando mostrar que gente qualificada finalmente chegou para administrar o Grêmio. Seres falíveis como todo mundo, mas que possuem qualidades que fazem com que a chance de acerto seja muito maior do que era na época dos amadores. Contratações como a do Nilton Petrone, o Filé, mostram que o nível está muito melhor. Temos finalmente, depois de muito tempo, uma equipe de profissionais.

A propósito: antes que me cobrem algum livro ou filme referente ao post, não se preocupem, aqui é tudo friamente planejado. Os Profissionais é um clássico do western e mostra o que uma equipe formada por gente que manja do riscado pode fazer. Com um estelar elenco encabeçado por Burt Lancaster e Lee Marvin, além de uma trilha sonora composta por Maurice Jarre, vale cada minuto passado em frente à tela. Recomendadíssimo para entender como verdadeiros profissionais agem. Assista e aprenda.

Saudações Imortais

18 de janeiro de 2013

ZH trata leitores como imbecis e idiotas

Seu Algoz direto da Bahia  passa o texto para  postar.

Leia com atenção esta resposta de Zero Hora para leitores revoltados:

"Zero Hora apresentou hoje em suas páginas os assuntos que mais repercutiram ontem no Grêmio: a saída de Omar Selaimen da diretoria de futebol e a retirada de Vilson, zagueiro que seria titular no jogo de quarta-feira contra a LDU, em Quito, da delegacão que está no Equador por ato de indisciplina. Foram fatos que mobilizaram o presidente Fábio Koff e o treinador Vanderlei Luxemburgo, que deram explicações à imprensa e, por consequência, aos torcedores do clube. Os dois episódios dominaram o noticiário e rádios, TVs e sites de todas as empresas jornalísticas na quinta-feira e não poderiam deixar de ser retratados por ZH na edição de hoje. Assim como a contratação de Eduardo Vargas, anunciada por Zero Hora na terça-feira, foi assunto dominante no jornal impresso e no online naquele dia e na quarta-feira.


Da mesma forma, a chegada do chileno mobilizará um exército de profissionais para acompanhar o seu desembarque no Aeroporto Internacional Salgado Filho na tarde de sábado, repercutindo em nossos espaços no próprio sábado e em ZH. Nosso jornal acompanha Grêmio e Inter nos momentos positivos e negativos, sem ser colorado ou gremista. Neste momento, por exemplo, estamos cobrindo o Inter, na pré-temporada de Gramado, e o Grêmio, na pré-temporada de Quito, com o objetivo de trazer todas as informações para os torcedores sobre o time titular, as estratégias dos técnicos e as revelações destes períodos iniciais de treinamentos. "

____________

Seu Algoz: Para justificar a sua falta de isenção, pela enésima vez o jornal  Zero Hora trata seus leitores como imbecis e idiotas. Diante da péssima repercussão junto aos leitores gremistas, o jornal trata de se defender dizendo que apenas está "repercutindo" os episódios que "dominaram o notíciário em emissoras de rádios, TVs e sites das empresas jornalísticas". A empresa imagina seus consumidores tão tolos, que num ato de esquecimento proposital deixa de lembrar que quem produziu as notícias que estão causando a revolta dos torcedores  é ela própria. A própria ZH é a FONTE das notícias desfavoráveis ao Grêmio. Agora, COVARDEMENTE, tenta convencer o leitor que aquilo que publicou é apenas  "repercussão de fatos produzidos em outros meios de comunicação." Canalhice da grossa. Sabemos que a RBS controla  90% dos meios de comunicação. Então, ela PRODUZ e também repercute juntamente com os outros veículos de imprensa TODAS as notícias esportivas e futebolísticas do estado do Rio Grande do Sul.
Talvez assustada com a má repercussão de sua ousadia de bater forte só de um lado, esteja sentindo na carne o furor raivoso do torcedor gremista. O medo de perder dinheiro esta levando a empresa a buscar justificativas que não convencem.